Rotaer Eletrônico

Entre em contato com o Rotor Central.

sexta-feira, 1 de julho de 2011

Helicópteros: em franco crescimento

imageBell 429: Em breve, ele estará nos céus brasileiros.

 

Os revendedores brasileiros de helicópteros não têm de que reclamar. Em 2010, recordes foram batidos e, neste ano, novas aeronaves vão desembarcar por aqui pela primeira vez. Embora os fabricantes não estejam investindo em novos projetos como faziam antes da crise financeira internacional, iniciada em 2008, não faltam compradores no Brasil. Em todas as áreas, como executiva, militar, parapública e offshore, são adquiridos novos aparelhos.
A TAM Aviação Executiva, representante da Bell, comercializa os monoturbina 206L-4 Long Ranger – derivado do consagrado Jet Ranger – e 407, os biturbina 429 e 412, os militares Huey II, AH-1Z Super Cobra e UH-1Y. Segundo o diretor comercial da empresa, Leonardo Fiúza, as vendas no ano de 2010 foram muito boas.

Sem revelar números – ele diz que não pode falar sobre isso para não informar a concorrência – o executivo afirmou que “desde 2004, quando a TAM Aviação Executiva assumiu a representação da Bell no Brasil, este foi o melhor ano para a empresa”. Segundo ele, os modelos mais vendidos são o 407 e o 429. Este último, aliás, desembarcará por aqui pela primeira vez em março desse ano, apenas dois meses depois de ser homologado pela Anac.
“Em 2011, esperamos aumentar as vendas, e temos a expectativa de crescer pelo menos 30% em relação ao ano anterior”, afirma Fiúza, que lembra que o Brasil é o país onde mais crescem as vendas de helicópteros fora dos Estados Unidos. Entre os modelos usados mais vendidos estão o 206L-4 Long Ranger e o 407.

A brasileira Helibras, única fabricante de helicópteros da América Latina, bateu, mais uma vez, o recorde de entrega de aeronaves em 2010. No ano passado, foram entregues 42 helicópteros, número 35% superior na comparação com 2009. O mercado civil absorveu 27 aeronaves e outras 15 para o setor governamental. Foram 23 AS350 Esquilo – único modelo fabricado no país, pois os demais vêm quase prontos da França – seis EC130, seis EC135, três EC155, dois EC145 e dois EC120.
A Eurocopter entregou no final de 2010 os três primeiros EC725 para as Forças Armadas Brasileiras, e em março passado foram iniciadas as obras de expansão das instalações de sua subsidiária em Itajubá (MG), onde serão fabricados outros 47 helicópteros EC725 restantes da encomenda de 50 unidades, feita pelo Ministério da Defesa.
A empresa é líder no mercado brasileiro na venda de helicópteros a turbina, com 53% de participação, sendo 66% no setor militar, 82% no governamental, 47% no civil e 31% no de óleo e gás – offshore.
Já o Grupo Eurocopter somou 527 entregas de aeronaves em 2010, no valor de 4,8 bilhões de euros, um crescimento de 6% em relação a 2009. Outros 346 aparelhos foram encomendados no ano anterior, o equivalente ao período de pico registrado entre 2007 e 2009, somando 4,3 bilhões de euros.
“O ano de 2010 foi desafiador, mas fizemos avanços que nos permitem estar bem posicionados para uma recuperação do mercado em 2012 e além”, afirmou o presidente da Eurocopter, Lutz Bertling.

Já a grande novidade da Audi Helicópteros, revenda dos modelos Robinson no Brasil, é o R66, primeira aeronave a turbina do fabricante norte-americano, que desembarcará por aqui em abril ou maio. O aparelho possui o mesmo design do modelo R44.
Em 2010 a Audi vendeu 24 helicópteros para clientes brasileiros. Os mais procurados são os modelos R44 e R66, mais utilizados pelo setor executivo.
No Brasil há também uma versão do R44 bastante utilizada pelas emissoras de televisão, o “Newscopter”, devido aos baixos custos operacionais que o exemplar oferece. Já o R22 é o preferido das escolas de aviação civil. “Esperamos vender em torno de 30 aeronaves ainda este ano”, diz Gualter Pizzi, diretor comercial da Audi Helicópteros.     

Amanda Cardoso / Texto de Valdemar Zanette

Fonte: http://aviaorevue.terra.com.br

0 comentários:

Postar um comentário

Radar ADS-B localizado em Itajaí-Sc alcance raio de 320 Km

Radar ADS-B ModeSMixer2

METEOROLOGIA