Rotaer Eletrônico

Entre em contato com o Rotor Central.

sábado, 20 de setembro de 2014

Helicóptero com três pessoas cai em Represa de Furnas, no Sul de Minas

Acidente aconteceu por volta de meio-dia neste sábado (20).
O piloto da aeronave sobreviveu e foi levado a hospital; um casal morreu.

Helicóptero com três pessoas caiu na Represa de Furnas, próximo a Fama (Foto: Pedro Henrique Fonseca) 

 

Um helicóptero caiu na Represa de Furnas, próximo a Fama (MG), por volta de meio-dia neste sábado (20).  Segundo o cabo Carlos Teodoro, da Polícia Militar de Alfenas (MG), três pessoas estavam na aeronave, o piloto, um sargento da PM de Fama e a mulher dele.  O piloto do helicóptero foi resgatado com vida por pescadores que estavam no lago. Ele já foi levado para um hospital em Elói Mendes (MG). O casal não conseguiu sair da aeronave, que está submersa no lago. Dois mergulhadores do Corpo de Bombeiros trabalham no resgate.
A comerciante Rita Maria da Silva, que tem um bar em frente ao lago, viu o momento em que a aeronave caiu. "O helicóptero levantou voo aqui perto, saiu de costas, fez a manobra para a esquerda, e quando foi virar para a direita ele ficou 'de bico' para o lago. Quando as hélices encostaram na água, o piloto perdeu o controle e ele caiu no lago", relatou.
Segundo as primeiras informações apuradas pelo G1, o helicóptero estaria fazendo voos panorâmicos na cidade, onde acontece uma festa de peão neste fim de semana. No entanto, o serviço não foi contratado pelos organizadores do evento.


Embarcações resgatam casal que estava em helicóptero que caiu no Lago de Furnas, em Fama (Foto: Pedro Henrique Fonseca)





Peças do helicóptero são retiradas do Lago de Furnas após queda em Fama (Foto: Marlon Santiago / EPTV)

sexta-feira, 13 de junho de 2014

Helibras entrega primeiro EC725 produzido no Brasil



Itajubá, 13 de junho de 2014 – A Helibras faz a entrega oficial hoje (13), às 11 horas, em sua fábrica em Itajubá (MG), da 12ª unidade do helicóptero militar EC725, a primeira que passou por todas as etapas de produção da empresa no país, e que será destinada à Marinha do Brasil. A aeronave foi recebida pela Comissão Coordenadora do Programa de Aeronaves de Combate (COPAC) e entregue à Marinha. Essa realização é resultado do contrato assinado em 2008 com o Ministério da Defesa para fabricação local, dentro do programa HXBR, de 50 aeronaves destinadas às Forças Armadas, com transferência de tecnologia, alto índice de nacionalização e um amplo envolvimento da cadeia industrial brasileira.
Este é o primeiro helicóptero que passa por todas as etapas de produção no país que corresponde à quarta etapa de transferência de tecnologia e nacionalização do conteúdo, realizando no Brasil as atividades da montagem, que inclui pacote de missão, pista e entrega. Os demais 11 EC725 entregues às Forças Armadas já receberam,no Brasil, itens de pré-equipagem, equipagem elétrica e mecânica, cablagem, caixa de transmissão, rotor e toda a configuração básica, além dos ensaios em voo. A frota do modelo que opera nas três Forças completou 5 mil horas de voo no mês passado.
A Helibras também recebeu um novo reconhecimento de cooperação industrial no âmbito do programa H-XBR no valor de mais de 66 milhões de euros, que se refere a vários processos cumpridos pela empresa. Foram reconhecidas atividades como as de conclusão do primeiro kit de cablagens elétricas para o cone de cauda e desenvolvimento de sistemas de missão do EC725 produzidos na planta de Itajubá de intercâmbio de funcionários, planejamento de recursos empresariais e treinamentos na matriz Airbus Helicopters para capacitação do Centro de Engenharia da empresa na modernização de aeronaves militares.
O novo Termo de Reconhecimento de Créditos de Cooperação Industrial foi emitido pelo Ministério da Defesa (MD) por meio da Comissão Coordenadora do Programa de Aeronaves de Combate (COPAC), depois de auditoria conduzida pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio (MDIC). O valor do reconhecimento significa que a Helibras trouxe para o país a quantia de mais de 66 milhões de euros em termos de investimento, transferência de tecnologia, know-how e geração de empregos.
Desde a implantação do programa do EC725, mais de 600 profissionais foram contratados pela Helibras e o cronograma de atividades estabelecidos em contrato, no que tange as responsabilidades da Helibras e Airbus Helicopters, encontra-se rigorosamente dentro do prazo e do orçamento previsto, após a inauguração da nova fábrica em 2010 e a implantação de um moderno Centro de Engenharia que permitiu capacitar a empresa para conceber, desenvolver e produzir o almejado “helicóptero brasileiro” a partir de 2020.

Radar ADS-B localizado em Itajaí-Sc alcance raio de 320 Km

Radar ADS-B ModeSMixer2

METEOROLOGIA